• Engenho e Arte

"CARRO" FISCALIZA FEBRE E FAZ ENTREGAS



UTILIZANDO A TECNOLOGIA 5G ESTES VEÍCULOS SEMI-AUTÓNOMOS PERMITEM FAZER RECONHECIMENTO FACIAL DOS CIDADÃO, VERIFICARA A SUA TEMPERATURA E ATÉ FAZER ENTREGAS. UM POLICIA "NÃO HUMANO" JÁ ESTÁ EM FUNCIONAMENTO



Embora os campus universitários tenham sido encerrados, em Portugal e um pouco por todo o mundo, para impedir a disseminação do COVID-19, a China já está a preparar o caminho desde o início deste surto pandémico, adoptando activamente as mais recentes tecnologias móveis para ajudar nos esforços de triagem em curso. Nesta semana, o Instituto de Tecnologia de Pequim  implementou a utilização um carro robótico de monitorização, com apoio na tecnologia 5G no seu campus, permitindo que um operador remoto rastreie com segurança os visitantes de longe, além de fazer entregas de pacotes. Como compartilhado em imagens da agência de imprensa estatal chinesa  Xinhua, o veículo é pequeno demais para caber lá um adulto no interior, mas é suficiente grande para acomodar um conjunto de pacotes, equipamentos de telecomunicações e equipamentos AV.



No modo de entrega básico, ele pode transportar caixas de um local para outro, abrindo uma das quatro portas montadas nas laterais para permitir que as pessoas recuperem manualmente os pacotes. Ele também possui uma camera montada na parte superior que pode girar para olhar para os pedestres, identificando-os através do reconhecimento facial e também digitalizando térmicamente as suas temperaturas.


Há pelo menos duas maneiras de ver o que o veículo 5G está vendo. A parte traseira do veículo possui uma grande tela integrada, permitindo que um guarda de segurança faça a monitorização facial ou de temperatura das pessoas quando o carro estiver estacionado. Como alternativa, um guarda de segurança localizado num escritório remoto pode monitorizar com um video ao vivo usando a ligação 5G de alta velocidade.


O veículo 5G faz parte da série KuGaea Kun, desenvolvida pela Cool High Technology , fabricante de drones e carros autónomos de Pequim. Uma versão autónoma foi certificada para  a plataforma autónoma de veículo em código aberto Apollo da Baidu , aproveitando as mais de 300 quilómetros de estradas dos testes autónomos de Pequim

O uso do veículo 5G pelo Instituto de Tecnologia de Pequim não é a primeira aplicação da China da tecnologia de rede de última geração para triagem e segurança relacionadas ao coronavírus. Em Janeiro, a ZTE lançou um sistema remoto de diagnóstico e tratamento, através da tecnologia 5G para ajudar os especialistas em Chengdu a fornecer assistência médica localmente e depois a Wuhan, que fica a mais de 1100 quilómetros de distância. Actualmente, a China é um dos líderes mundiais na implantação do 5G, tendo atingido a cobertura "nacional" inicial em 50 cidades em 2019 , com promessas de  cobrir todas as 300 cidades até o final de 2020 .




GOSTOU? então coloque um "gosto" e partilhe para os seus amigos

Tem uma história para partilhar? email EngenhoeArte@yahoo.com





Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Orgulhosamente criado com Engenho & Arte