• Engenho e Arte

CONSTRUÇÃO PRÉFABRICADA PARA HABITAÇÕES INDIVIDUAIS

Atualizado: 18 de Dez de 2019



No dia 30 de abril de 2019, em França, uma lei relativa à adaptação do contrato para a construção de uma casa unifamiliar com um plano de pré-fabricação foi apresentada ao Conselho de Ministros. Um novo passo fornecido pela lei Elan, a fim de adaptar as regras e proteger os interesses do proprietário do projeto. Revelada por Jacqueline Gourault, Ministra da Coesão territórios e relações com as autoridades locais, e Julien Denormandie, o Ministro da Cidade e Habitação, este texto previsto pela lei Elan de 23 de novembro de 2018 deve "completar o contrato para a construção de casas individuais com o objetivo de adaptar as regras para as necessidades de financiamento das empresas que garantem a realização dos elementos pré-fabricados em oficinas e sua montagem no estaleiro de obras, e para proteger os interesses do proprietário " , de acordo com uma declaração do Elysee.

Insistindo no aspecto inovador da construção pré-fabricada, o governo afirma que os estaleiros de construção que usam este método são mais rápidos e mais eficientes de implementar. Além disso, os riscos associados à co-atividade são limitados por este processo. Mas o poder público vê especialmente a pré-fabricação como uma resposta ao problema dos grandes estaleiros de obras, especialmente em áreas particularmente tensas. Além disso, a expansão das tecnologias digitais no mundo da construção permite adaptar a construção pré-fabricada.

Nota: um decreto do Conselho de Estado será publicado em breve para definir um cronograma de pagamento específico para a pré-fabricação, e para esclarecer o esboço dos contratos para a construção de casas individuais implementando este processo.


Aonde está a promoção deste método de construção em Portugal? Brasil? Angola? Moçambique? Guiné? Cabo Verde? S. Tomé e Principe? Timor?



36 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo