• Engenho e Arte

CONSTRUIR UMA PONTE NUMA SEMANA? ISSO MESMO!

Atualizado: Mar 6


ESTA É UMA MANEIRA COMPLETAMENTE NOVA E POSSIVELMENTE PERFEITA DE CONSTRUIR PONTES


Uma equipa de engenheiros revelaram um novo método, futurista e extremamente inovador, de construção de pontes. Concebido no método do "fecho e abertura de um guarda-chuva".


Sim, leu bem, fecho e abertura de um guarda chuva! Confuso? Nós explicamos.


A técnica funciona como um guarda-chuva. A estrutura é montada verticalmente, nivelada na sua fundação, sendo "aberta" com um sistema hidráulico, permitindo a sua transição de fecho até à abertura.


Os engenheiros da Universidade de Tecnologia de Viena (TU Wien) desenvolveram uma concepção completamente futurista na construção de pontes. Demonstraram a técnica pela primeira vez na Áustria, na semana passada. A técnica, semelhante à de um guarda-chuva, assemelha-se à abertura e fecho deste sobre um rio. Desta forma são colocados todos os apoios do futuro tabuleiro.



A maneira tradicional de construir uma ponte consiste na execução e concepção, elemento por elemento. Os engenheiros podem optar pela execução com auxilio de cimbres (escoras com cofragem) ou uso de pilares como estruturas verticais de suporte para a construção dos tabuleiros. Para manter o equilíbrio, a obra é construída por fase de forma a manter o equilíbrio estrutural, crescendo a ponte cuidadosamente na direcção desejada.


Segundo os investigadores, espera-se que este novo sistema de construção de pontes seja muito mais simples, mais rápido, mais barato e tenha menos impacto ambiental. Não esquecendo o factor mais importante, a segurança e redução dos riscos a que os operários estão sujeitos.


A equipa trabalha neste novo método há mais de uma década. A ideia foi patenteada em 2006 mas só apenas em 2010 foram realizados os primeiros testes pela TUWien. A técnica consiste na montagem de vigas metálicas ocas (caixões) numa base, em posição vertical. Após a junção das vigas no topo, inicia-se o segundo passo, passo este que consiste na sua abertura, desdobrando as vigas suavemente, até atingirem a sua posição final (horizontal).


Os investigadores implementaram esta técnica, pela primeira vez, sobre o rio Lafnitz, na fronteira da Áustria e Hungria. Neste local encontra-se em fase de execução a nova auto-estrada S7 da Áustria.


Como se imaginava no papel, a ponte, com cerca de 72 metros de comprimento, foi montada verticalmente e instalada na posição horizontal recorrendo ao auxilio de apoios hidráulicos, que imitam os movimentos internos de um guarda chuva.


Uma vez que as vigas metálicas se encontram na posição horizontal, da-se inicio à fase seguinte, preenchendo o interior das vigas com betão, finalizando assim os componentes estruturais principais da ponte. Segundo a equipa, esta técnica consegue executar uma ponte, com a mesma durabilidade dos métodos tradicionais, economizando muito tempo.


Johann Kollegger, do Instituto de Engenharia Estrutural da TU Wien afirmou: “A construção de pontes recorrendo ao uso de cimbres, normalmente leva meses. Os elementos para o método de montagem equilibrada, por outro lado, podem ser configurados em dois a três dias, sendo o processo de transição das vigas da posição vertical até a horizontal executado em cerca de três horas


Neste caso, menos tempo representa menos custos. O método pode ser extremamente útil em áreas com terrenos irregulares ou reservas naturais que devem permanecer inalteradas.



Além disso, será muito mais seguro para os trabalhadores, pois após a técnica de guarda-chuva, já existem as bases estruturais de uma ponte, faltando apenas o seu preenchimento com betão e colocação do tabuleiro que poderá usar peças préfabricadas .


Se a prática continuar, poderá sem dúvida ser o futuro na construção de pontes.


GOSTOU? então coloque um "gosto" e partilhe para os seus amigos

Tem uma história para partilhar? email EngenhoeArte@yahoo.com




158 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Orgulhosamente criado com Engenho & Arte