• Engenho e Arte

COMO CONSTRUIR UM CAIS NO FIM DO MUNDO?


VEJA AQUI OS DESAFIOS DE CONSTRUÇÃO E ENGENHARIA DE COMO CONSTRUIR UM CAIS NA ROTHERA RESEARCH STATION, A MAIOR INSTALAÇÃO NO ANTÁRCTICO


O novo cais foi construído para o British Antarctic Survey, para atracar o novo navio polar para a Grã-Bretanha, o RRS Sir David Attenborough.


Uma equipe especializada de engenheiros, mergulhadores, construtores e gestores de projecto construíram um cais de 74 metros ao longo de 18 meses durante os verões da Antárctica (novembro a maio). A equipe de 50 parceiros de construção e projectistas do cais, BAM, com o apoio da Sweco e dos consultores técnicos Ramboll, completaram uma segunda temporada de construção de seis meses em 2020. A Turner & Townsend também forneceu gestão de custos para o projecto.


Nestes vídeos mostram-se os desafios de construção e engenharia da construção do novo cais de £ 40 milhões na Rothera Research Station, a maior instalação da antárctica para o British Antarctic Survey.


O novo cais foi construído para atracar o novo navio polar para a Grã-Bretanha, o RRS Sir David Attenborough (o navio que ficou famoso por quase se tornar Boaty McBoatface).


Benefícios de Rothera Wharf

  • Hospedar e atracar o novo navio polar da Grã-Bretanha, o RRS Sir David Attenborough

  • Maior, mais profundo e mais resistente do que o cais anterior.

  • Lançamento de pequenos barcos com um guindaste maior.

  • Uma passarela de pessoal e um pontão flutuante para a implantação de instrumentos científicos.



Temporada final de Rothera Wharf (2019-2020)




Primeira temporada de Rothera Wharf (2018-2019)

Durante a primeira temporada, o antigo cais de Biscoe foi desmontado em Janeiro de 2019. Instalações temporárias de descarga, de carga e lançamento de barcos foram instaladas. As primeiras estruturas de aço do novo cais foram instaladas para o lugar


Construir um novo cais em um dos locais mais remotos do mundo apresentou uma série de desafios. Cada porca e cada parafuso precisavam ser contabilizados e as 4.500 toneladas de equipamento foram enviadas a 11.000 km do Reino Unido para a Antárctica.

A equipe de construção praticou a montagem em escala real das estruturas de aço de 45 toneladas em Southampton para identificar desafios inesperados ou peças adicionais de equipamento necessárias enquanto ainda estava no Reino Unido.





GOSTOU? então coloque um "gosto" e partilhe para os seus amigos

Tem uma história para partilhar? email EngenhoeArte@yahoo.com


Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Orgulhosamente criado com Engenho & Arte