• Engenho e Arte

LONDON SKY POLL, UMA PISCINA DOUTRO MUNDO



O SONHO


Em 2013, a comunidade multiuso desenvolvida por EcoWorld Ballymore no bairro de Nine Elms em Londres já ostentava aparentemente todas as comodidades de luxo imagináveis, um deck na cobertura com área para refeições coberta, uma estufa específica para laranjeiras perfumadas, um cinema privativo imponente com paredes vermelhas com nove camarotes luxuosos e um ecrã plano em estilo de cinema, uma ampla academia que rivaliza com os clubes mais cobiçados do Equinox, uma suíte lounge de teto alto com serviço completo de bar, um jardim exuberante situado numa ravina calmante ao nível do solo e uma serena piscina coberta aberta 24 horas por dia.


No entanto, numa tarde de verão extremamente quente, quase há uma década atrás, os chefes criativos de Ballymore perceberam que havia uma comodidade essencial que faltava no rio Tâmisa e nos jardins da embaixada adjacentes. Uma piscina ao ar livre, que os residentes e os seus convidados podessem desfrutar nos dias excepcionalmente quentes.


Dito isso, o único lugar grande o suficiente para abrigar uma piscina era a cobertura e mesmo aquela não era do tamanho certo. Então eles decidiram construir a primeira piscina flutuante do mundo, apropriadamente apelidada de “Sky Pool”.

A ideia por trás da seção flutuante era dupla: primeiro, era a única solução razoável que não envolvia sacrificar o tamanho da piscina e, segundo, permitia que os nadadores vissem a rua e que os pedestres da cidade vissem o céu. Deixando esta seção o mais reduzida possível, os arquitetos instalaram degraus e sistemas de filtragem em cada extremidade da piscina, deixando o meio de 15 metros de uma fantasia aquática minimalista.



A CONCEPÇÃO


Para dar vida a sua visão, os promotores contrataram os engenheiros estruturais Eckersley O'Callaghan e HAL Architects, que realizaram inúmeras análises comportamentais para garantir que a estrutura não caísse, um medo que qualquer nadador que está muito acima do solo pode enfrentar. Os engenheiros e arquitetos conceberam uma moldura de acrílico de 20 centímetros de espessura com uma base de quase 30 centímetros de espessura que tem quase 3 metros de profundidade e pesa impressionantes 50 toneladas.

A ideia por trás da estrutura espetacular, inspirada no ultra-industrial Meatpacking District da cidade de Nova York, era expandir os limites da construção e da engenharia, trazendo o futuro do design para o presente.



O gabinete de arquitectura HAL Architects, o gabinete de engenharia estrutural Eckersley O'Callaghan e o fabricante de acrílico Reynolds Polymer Technology colaboraram com o promotor para projetar e construir a piscina, valendo-se da experiência adquirida na criação de alguns dos maiores aquários do mundo. A estrutura, que é a maior peça única de acrílico de suporte de carga do mundo, foi construída sob medida na fábrica da Reynolds no Colorado, EUA.

Os edifícios conectados pela Sky Pool estarão sujeitos aos movimentos normais inerentes aos edifícios de dez andares, incluindo a oscilação do vento e assentamento de fundação. Mas a estrutura da piscina pode lidar com esses movimentos, não sendo rigidamente conectada em ambas as extremidades, pois pode deslizar enquanto mantém a integridade à prova d'água

Rolamentos deslizantes e giratórios em ambas as extremidades acompanham o movimento diferencial entre as torres, de acordo com o projetista estrutural baseado em Londres, Eckersley O'Callaghan.

A piscina totalmente transparente feita inteiramente de acrílico, passou por diversos testes e tratamentos para garantir a sua segurança estrutural e foi instalada por uma equipe de engenheiros e consultores especialistas.





FIGURAS DO PROJECTO


Esta piscina é a primeira do gênero no mundo, chegando uma década após a inauguração da piscina mais alta, mas que não tem piso transparente, no Marina Bay Sands Hotel, em Singapura, em 2010.

A Sky Pool será um elemento-chave no Embassy Gardens, um novo empreendimento de 2.000 residências na zona de regeneração da Nine Elms and Battersea Power Station. O edifício residencial final no esquema Ecoworld Ballymore está em construção com preços a partir de £ 695.000.




A CONSTRUÇÃO


A Reynolds Polymer Technology, Inc. em parceria com os promotores imobiliários internacionais Ecoworld Ballymore Group, completou a primeira piscina "flutuante" do mundo, que se estende por 26 metros em dois edifícios e 35 metros no ar. A piscina consiste numa peça sólida de acrílico com 35cm de espessura e é feita de polímero totalmente transparente, que foi projetada e fabricada na pequena cidade de Grand Junction, no Colorado. O acrílico é a principal característica da Sky Pool do Embassy Gardens, em Londres, Inglaterra.


Paul O. Gardner, vice-presidente de Engenharia, Qualidade e Segurança da Reynolds Polymer Technology, Inc, disse:

“A fabricação e a engenharia do Sky Pool foram além do que pode ser feito em grandes estruturas de acrílico”,
“A equipe em Grand A Junction superou as tolerâncias e requisitos incrivelmente rígidos para chegar a um projeto finalizado que é inexplicável sem vê-lo. Palavras não podem descrever adequadamente o produto acabado; deve ser testemunhado. ”


O CEO da Ballymore, Sean Mulryan, disse:

“Foi uma ideia que realmente se destacou e que consideramos muito especial. É apenas por causa dos avanços da tecnologia que podemos fazer isso. Nadar nela vai fazer sentir como se estivesse flutuando no ar. ”

Declan McLaughlin, CEO da Reynolds Polymer, disse:

“Às vezes, deparamo-nos com desafios que parecem intransponíveis, Sky Pool era um deles. No entanto, inspirou a nossa organização a ir mais além e executar uma ideia icônica e inspiradora de uma piscina flutuante. Incrivelmente orgulhoso de fazer parte deste desafio de legado único na vida. ”



O TRANSPORTE


O transporte marítimo provou ser outra grande tarefa do projeto. O transporte de uma estrutura tão grande, que pesa mais de 55 toneladas, de Grand Junction a Londres, por mais de 1600 quilómetros, exigiu escoltas policiais, bloqueios de estradas, remoção de semáforos e placas de rua, por estrada para Galveston, no Texas, em agosto. De lá, a estrutura fez uma viagem de três semanas por mar até Antuérpia, na Bélgica, e depois para o porto de Tilbury, no leste de Londres, antes de chegar a Nine Elms., onde obrigou ao encerramento de um dia inteiro da Nine Elms Lane, que se estende ao longo do rio Tamisa Londres, por onde a piscina chegou pela água.




A INSTALAÇÃO EM OBRA


Uma vez no local, a estrutura de acrílico foi içada até o local por uma grua móvel de 750 toneladas, apoiado por outra de 50 toneladas. O levantamento foi um processo de precisão, pois havia uma tolerância de apenas 30 centímetros na instalação da piscina na sua estrutura de aço.

As paredes laterais da estrutura formam vigas profundas capazes de vencer os 14 metros de vão entre os dois edifícios enquanto carregam o peso da água. A estrutura central de acrílico é suportada por 'banheiras' de aço inoxidável em cada extremidade que permite a entrada de degraus na piscina, resultando num comprimento total da piscina de 25 metros.


“O levantamento foi um processo de precisão, pois havia uma tolerância de apenas 30 centímetros na instalação da piscina em sua estrutura de aço”, diz Ballymore .

“Após uma série de desenhos técnicos e análises comportamentais, as dimensões da piscina foram decididas”.

Com laterais de 200 milímetros de espessura e 3,2 metros de profundidade, e com um fundo de 300 milímetros de espessura, a piscina de acrílico de 50 toneladas se estenderá por 14 metros entre os edifícios, com degraus e sistemas de filtração em cada extremidade e cinco modos de iluminação a sensação de magia. "





O MERGULHO


"Depois de nadar, você pode olhar para baixo. Será como voar", diz Brian Eckersley, diretor da Eckersley O'Callaghan.

Sua inauguração oficial é maio, mas as modelos já foram às águas para fotos promocionais, uma delas usando um vestido vermelho que parece pouco prático para o propósito, mas pelo menos protege contra fotos tiradas na rua abaixo.

A cerimônia de abertura será apresentada pela rádio DJ Roman Kemp e contará com uma apresentação da equipe de nado sincronizado Aquabatix.


Os moradores poderão mergulhar de um lado e descer do outro, o que é certamente uma forma glamorosa, embora molhada, de chamar os seus vizinhos.





GOSTOU? então coloque um "gosto" e partilhe para os seus amigos

Tem uma obra ou projecto para partilhar? email EngenhoeArte@yahoo.com


#londonskypool #piscina #engenharia #inovação #estrutura

















287 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo