• Engenho e Arte

PRÉDIO DE 5 ANDARES EM CONSTRUÇÃO CAI, EM BETIM



MAIS UM PRÉDIO CAI POR PROBLEMAS DE FUNDAÇÕES, FELIZMENTE NÃO HÁ VITIMAS A LAMENTAR


Os vizinhos dum prédio em construção, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no Brasil, acordaram assustados na noite desta terça-feira. Parte do terreno onde fica a construção cedeu e deixou a estrutura tombada. Segundo os bombeiros, o incidente pode ter sido provocado pela grande quantidade de chuva.


O ocorrido pode ter relação com as fortes chuvas que atingiram a Grande BH nessa terça feira. Segundo o órgão municipal, a cidade recebeu 75 milímetros de chuva concentrados em pouco mais de uma hora.



De acordo com os bombeiros, os dois primeiros andares do edifício foram esmagados pela restante da construção. Ainda segundo os bombeiros, a obra ainda estava em fase de acabamento e não havia moradores no local. Ninguém foi atingido pelos destroços.

Técnicos da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil estiveram no local e avaliaram que há alto risco de desabamento. A área foi isolada pela Polícia Militar. Agentes da Cemig também foram deslocados e estão de sobreaviso.

Procurada, a Secretaria de Habitação da Prefeitura de Betim informou que se posicionará sobre a regularidade da construção ainda nesta quarta-feira.


Será este um típico problema de fundação? ou o projeto não teve sondagens? ou um erro de avaliação das informações do solo?

Ou será mesmo um problema de estruturas?

Agora irão entrevistar o CREA e a resposta será a clássica “ Bem, a ART do projeto e da obra foi recolhida e PAGA”. Ou seja, para o CREA, não importa o que se faça desde que o órgão arrecade as suas taxas.

No Brasil, se uma pessoa exercer a medicina sem ser médico, é preso. Se tentar abrir um processo na justiça sem ser advogado, é preso, etc. Mas exercer a engenharia sem ser engenheiro, não tem nenhum problema e não acontece nada. Sendo você engenheiro e cometer um erro desse tipo, pode ser preso e ter o seu registro cassado? e o CREA irá em sua defesa para entender o caso?



Os vizinhos da construção escutaram uns estalos por volta das 23h45 e perceberam, em seguida, que o prédio inclinava-se para o lado e que os sons saíam da própria estrutura do edifício. Sete viaturas do Corpo de Bombeiros participaram na evacuação urgente das pessoas presentes na proximidade do local. A área está isolada. O risco de desabamento da estrutura é elevado, de acordo com o tenente-coronel Flávio Godinho da Defesa Civil Estadual.


O proprietário do prédio teria passado mal ao saber da inclinação do prédio e encontra-se internado.


GOSTOU? então coloque um "gosto" e partilhe para os seus amigos

Tem uma história para partilhar? email EngenhoeArte@yahoo.com


Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Orgulhosamente criado com Engenho & Arte