• Engenho e Arte

DESABAMENTO IMPRESSIONANTE DE PRÉDIO EM MIAMI BEACH



Dezenas de apartamentos numa torre residencial em Surfside, Flórida, foram destruídos quando parte do prédio desabou na manhã da passada 5ª feira, dia 25 de Junho.

Pelo menos nove pessoas foram mortas e 159 pessoas estão desaparecidas, disseram autoridades do condado de Miami-Dade na manhã de sexta-feira.

Uma operação de busca e resgate está em andamento depois que um lado do prédio caiu no chão por motivos que permanecem sob investigação.





Construído em: 1981 Apartamentos: o prédio à beira-mar continha 136 apartamentos com um, dois e três quartos, de acordo com registros imobiliários. A maioria tem entre 112 e 208 m2. Altura: 49m Preço: a maioria dos apartamentos varia de US $ 295.000 (para um de T1 em março de 2020) a US $ 980.000 (para um T3 um ano depois), indicam os registros imobiliários. Um apartamentos de quatro quartos medindo mais de 420 m2 foi vendida por quase US $ 2,9 milhões no início deste ano. Outras características: Além de habitação, o edifício oferecia terraços, club room, camposde tênis, fitness center, sauna, praia particular, piscina climatizada, garagem subterrânea e segurança 24 horas. Inspeção: um estudo do ano passado mostrou sinais de que o prédio estava a assentar a um ritmo de cerca de 2 milímetros por ano entre 1993 e 1999, disse Shimon Wdowinski, professor do Instituto de Meio Ambiente da Florida International University. Este assentamento era exclusivo da área de Champlain Towers South, não dos edifícios circundantes, disse ele. Prédios próximos ao oeste de Miami Beach, que foram construídos em pântanos recuperados, estavam a afundar a ritmo mais alto, "então não achamos que fosse algo incomum", disse ele. Embora o assentamento por si só provavelmente não cause o colapso da torre, pode ser um fator a considerar porque "se uma parte do edifício se mover em relação à outra, isso pode causar alguma tensão e fissuração", disse Wdowinski. Nos últimos meses, o prédio passou por "inspeções de engenharia completas" em preparação para a sua certificação de 40 anos, disse Kenneth Direktor, advogado da associação de moradores de torres de condomínio, e "nada parecido com isto era previsível". Construção em andamento: Na época do colapso, o prédio estava a ser objecto de obras na sua cobertura de betão armado, disse Burkett, mas não está claro se a obra foi um fator para o colapso. O trabalho estava a ser feito para atender aos "padrões de 40 anos", um fortalecimento do código de construção - com relação a atualizações e melhorias - promulgado após o furacão Andrew em 1992, disse a comissária do condado de Miami-Dade, Sally Heyman. Um engenheiro que inspecionou o prédio determinou que ele precisava de reparações, mas a única reparação em andamento era a substituição da cobertura.

Qual é a vizinhança: Champlain Towers South é um dos três edifícios (também há torres leste e norte) que hospedam mais de 300 apartamentos. Ele está localizado ao longo da Atlantic Way, perto do North Beach Oceanside Park e entre Bal Harbour ao norte e Miami Beach ao sul. A torre fica entre vários condomínios de luxo e torres de hotéis, incluindo o Four Seasons Hotel no The Surf Club. Ivanka Trump e o seu marido Jared Kushner teriam se mudado para uma residência próxima no início deste ano. Quem mora em Surfside: A população é de 5.700 habitantes. Mais sobre Surfside: A cidade fica numa ilha barreira entre a Baía de Biscayne e o Oceano Atlântico.



Os esforços de resgate continuam após o colapso parcial de um prédio em Surfside, Flórida, na quinta-feira.

O que aconteceu: o colapso matou pelo menos dez pessoas, disseram as autoridades. Trinta e sete pessoas foram retiradas dos escombros após o desabamento do prédio, disse o chefe dos bombeiros assistente de resgate de Miami-Dade, Ray Jadallah. Pelo menos 11 pessoas feridas foram tratadas e quatro delas foram transportadas, disse o chefe adjunto. A prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine Cava, disse que o prédio tem 12 andares e mais de 130 unidades. As operações de busca e resgate continuarão durante a noite no prédio desabado do condomínio Champlain Towers, disse Cava.


Sobre os contabilizados e não contabilizados: 102 pessoas foram contabilizadas após o desabamento parcial do edifício. "Quero dar a vocês um número importante, muito encorajador, 102 pessoas foram contabilizadas. Isso é o dobro do que pudemos informar da última vez", disse Cava em entrevista coletiva. “Cento e duas pessoas das torres, suas localizações são conhecidas e estão seguras. A prefeita disse que ainda há pelo menos 99 pessoas desaparecidas.

As equipes têm usado máquinas, drones e cães especialmente treinados nos seus esforços para encontrar sobreviventes. Os esforços de resgate foram brevemente prejudicados no sábado, depois que um incêndio começou sob os escombros.

Levine Cava disse que o número de mortos aumentou depois que funcionários de emergência encontraram um corpo nos escombros no sábado. Quatro das nove mortes confirmadas foram identificadas - incluem a mãe de um menino que foi retirado com vida dos escombros na quinta-feira.

O prefeito de Miami-Dade disse que os esforços de busca também revelaram alguns restos humanos, mas alertou que o processo de identificação dessas vítimas é "muito difícil" e dependerá de testes de DNA.

Entre os desaparecidos estão pessoas de Israel e da América Latina, segundo relatos. O Ministério das Relações Exteriores do Paraguai disse que seis de seus cidadãos foram registrados como desaparecidos, incluindo a irmã da primeira-dama do país.


Nenhuma causa determinada: ainda não há uma causa oficial para o colapso parcial do edifício, disse Cava. Engenheiros de estruturas estão envolvidos na investigação, bem como a cidade de Surfside e o corpo de bombeiros, disse ela. De acordo com o Departamento de Polícia do Condado de Miami-Dade, eles investigarão o incidente após a conclusão das operações de busca e resgate.


O condomínio foi estudado: Shimon Wdowinski, professor do Instituto de Meio Ambiente da Florida International University, disse à CNN que determinou num estudo no ano passado que o condomínio Champlain Towers South apresentava sinais de assentamento na década de 1990. O condomínio teve uma taxa de assentamento de cerca de dois milímetros por ano de 1993 a 1999, de acordo com seu estudo. Embora Wdowinski tenha dito que esse afssentamento por si só provavelmente não causaria o colapso do condomínio, ele disse que poderia ser um fator contribuinte. “Se uma parte do edifício se mover em relação à outra, isso pode causar alguma tensão e fissuras”, explicou ele.

O engenheiro, Frank Morabito, disse que a falta de drenagem adequada é "um problema sistêmico" que resultou de uma falha "no desenvolvimento dos documentos originais do contrato".

Ele sinalizou o que chamou de "grande dano estrutural" à plataforma de betão armado abaixo do deque da piscina.

“A falha na impermeabilização está a causar grandes danos estruturais à laje estrutural de betão armado abaixo dessas áreas” (ensolareimento geral), escreveu ele. "A não substituição da impermeabilização num futuro próximo fará com que a extensão da deterioração do betão armado se expanda exponencialmente."

O engenheiro também referiu a "fissuras abundantes ... de colunas, vigas e paredes" na garagem.

O seu relatório não sugere que o prédio de 40 anos esteja em risco iminente de desabamento, mas ele recomenda que as reparações sejam realizados "num curto prazo".

Não está claro se os problemas assinalados contribuíram para a falha estrutural. As Torres Champlain deveriam passar por uma reforma multimilionária este ano.


Sons dos escombros: Jadallah, o chefe assistente do Resgate de Incêndios de Miami-Dade, confirmou que alguns sons foram ouvidos sob os escombros. "Todas as operações estão a ocorrer sob os escombros. Elas estão a ocorrer sob o estacionamento, onde temos equipes de bombeiros constantemente, à medida que continuam fazendo cortes, brechas e colocando dispositivos de sonar, câmeras de busca para localizar as vítimas", disse Jadallah.


Isto é "inimaginável": o prefeito do condado de Miami-Dade disse que, embora o desabamento do prédio seja uma "situação inimaginável, nenhum de nós poderia ter previsto", eles têm as pessoas certas no trabalho e estão "muito esperançosos". Cava disse que a cidade está a trabalhar com a Cruz Vermelha e a sua própria agência de serviço social para acomodar os deslocados. Cava também observou como as cidades vizinhas ofereceram assistência com seus departamentos de polícia.


Estado de emergência declarado: o governador da Flórida, Ron DeSantis, emitiu uma ordem executiva para fornecer assistência às famílias afetadas pelo colapso. A declaração do estado de emergência permitirá que todos os recursos necessários sejam desviados para a área, incluindo policiais e outras equipes de emergência, disse a ordem.


FEMA pronta para ajudar: o presidente Biden disse que os recursos federais, incluindo a assistência da Federal Emergency Management Agency, estão "prontos para usar" para responder ao colapso.




GOSTOU? então coloque um "gosto" e partilhe para os seus amigos

Tem uma história para partilhar? email EngenhoeArte@yahoo.com


283 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo