• Engenho e Arte

ESTE ROBOT DÁ À LUZ E NÃO CONSEGUIMOS PARAR DE VER


A GAUMARD SCIENTIFIC PROJECTOU O ROBOT VICTORIA PARA ENSINAR A EQUIPE DE PARTO A SE PREPARAR PARA SITUAÇÕES DIFÍCEIS DE PARTO E A FORNECER TREINO PRÁTICO PARA ESTUDANTES DE ENFERMAGEM E MEDICINA

A Gaumard Scientific, sediada em Miami, criou uma família inteira de simuladores, incluindo um simulador neonatal, um simulador materno-fetal e um simulador de pacientes pediátricos.

Ela sangra, respira e dá à luz um bebê tão assustadoramente realista quanto ela. Mas o mais importante, a Victoria leva o treino para um outro próximo nível. A Victoria, lançada pela primeira vez em 2014, foi desenvolvido pela Gaumard Scientific, com sede em Miami, e é considerado o sistema de simulação de parto mais avançado do mercado. Na versão mais recente, os olhos da Victoria podem focar e interagir com a equipa de parto, permitindo que estes realizem uma avaliação neurológica do movimento ocular quanto a sinais de acidente vascular cerebral, traumatismo craniano, uso de drogas, comprometimento do nervo craniano e outras condições. Das complicações no início da gravidez, aos partos de alto risco e emergências pós-parto, a cenários não-gravídez para cuidados gerais de enfermagem, o sistema simula uma gama completa de eventos obstétricos para facilitar o trabalho em equipe e aprofundar as habilidades de pensamento crítico nos alunos de todos os níveis. Até o bebê, apelidado de Super Tory, é assustadoramente realista. A empresa Gaumard faz uma família inteira de simuladores de pacientes com robots de alta definição, incluindo Hal, um robô pediátrico. De acordo com a Gaumard, é importante que os profissionais de saúde e os alunos usem equipamentos do mundo real durante o treino em simulação, para fornecer realismo e aumentar a relevância para o aluno. "Os funcionários dos hospitais que têm conhecimento prático e uso de equipamentos, têm maior domínio das habilidades necessárias para fornecer cuidados seguros, oportunos e eficazes", disse a empresa em um post recente no blog. "Ao permitir que os participantes pensem e façam as suas análises criticas sobre suas acções, especificamente como eles interagem com as ferramentas no ambiente clínico, o uso indevido de dispositivos médicos e os erros podem ser reduzidos".






GOSTOU? então coloque um "gosto" e partilhe para os seus amigos

Tem uma história para partilhar? email EngenhoeArte@yahoo.com



Autor: XPTO

36 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Orgulhosamente criado com Engenho & Arte